sexta-feira, 13 de agosto de 2010

o Namoro Cristão...


A grande procura de todo jovem sozinho é um namoro perfeito. Legal, mas o que seria um namoro perfeito neh verdade?

Para ter um namoro abençoado, começa com a espera. Na espera há um tratamento, uma preparação para o cumprimento da vontade de DEUS para a vida do casal, DEUS vai moldando a figura do caráter de forma a deixá-lo compatível ao caráter temperamental do seu parceiro ou parceira. Esperar, realmente, não é fácil, de maneira alguma, pois a nossa alma anseia por complemento amoroso e é muito fácil deixar o nosso coração nos dominar, mesmo quando conhecemos a Palavra de DEUS. Sobre todos os nossos sentimentos, nós normalmente podemos perder o domínio, e é aí que entra o Espírito Santo para nos esclarecer sobre nossos sentimentos. Muitos não sabem esperar, e por isso acabam se perdendo pelo caminho que levaria a total felicidade e realização sentimental.

O namoro também inclui oração, que é a coluna que mantém firme e não se abala quando as bombas dos sentimentos aparentes, as paixonites explodem no peito. A oração firma a vida espiritual do cristão, o deixa sensível aos sentimentos reais e duradouros. É através dela que detectaremos os sinais de aprovação ou reprovação da parte do de DEUS. Outro fator importante é a aceitação e pode ser é a aceitação pessoal de si mesmo, aceitação pessoal do outro, aceitação do que o outro acha de você, aceitação do que os outros acham do outro e aceitação do que os outros acham de você com o outro.

Um relacionamento como namoro nunca é uma fase 100% tranqüila, assim como também provavelmente não será o casamento. Constantemente comentários bombardeiam e inflamam inúmeros relacionamentos, daí a importância das diversas formas de aceitação. À medida que você vai conhecendo o outro, você vai formando uma imagem dele e para que seu relacionamento não sofra danos, você deve construir uma imagem real, ai você vê se ele se encaixa no sei padrão de aceitação do outro (isso é algo muito pessoal), mas que quando sofre interferências de terceiros pode comprometer o casal. Primeiro de tudo você deve se conhecer souber quem você é, do que realmente gosta em si e o que gostaria que sua parceira tivesse. Sem sua identificação pessoal de si própria fica impossível se chegar a um relacionamento verdadeiro e dinâmico, onde ambas as partes tem poder optativo. Não sendo anulado o tempo, os limites do respeito e da integridade privada do seu parceiro. Seja você mesmo e busque o que você acha que deve ser buscado no outro. Não aceite opiniões de outras pessoas.

As pessoas gostam de comparar os indivíduos que compõe um casal. Compara do físico, o estilo, o linguajar, o modo de ser e agir, etc. E não adiantam, as opiniões vêem mesmo. Portanto estar preparados para críticas construtivas e destrutivas faz parte do currículo básico do namoro estruturado. Como lidar com cada comentário próprio ou impróprio vai de cada um, por isso tudo gira em torno da aceitação de forma geral.

A aceitação veja só, não quer dizer concordar com tudo e todos, mas se trata da sua opinião em relação aos outros, seu namoro seu parceiro e você mesmo. Não se deixar influenciar vai da sua posição e o escape de cada circunstância deve ser de forma sábia. Tudo isso se torna mais fácil quando realmente há confirmação de DEUS na sua vida sentimental, pois assim você sabe que você está lutando pela tua promessa.

Agora, quando há duvidas é melhor parar tudo, rebobinar a fita e deixar DEUS operar, para que não venha sofrer com uma vida de falsidade, mediocridade e frustração.

DEUS abençoe...


Nenhum comentário:

Postar um comentário