quarta-feira, 24 de novembro de 2010

Se o Filho vos libertar,verdadeiramente sereis Livres...


> Não há nada melhor neste mundo do que viver a liberdade em Cristo.
Para alguns, isso é loucura, pois entendem a liberdade como uma permissividade para com o pecado.

> Para muitos, é também, apavorante. Embora falem que são amantes da liberdade, quando ela vem, se sentem apavorados, pois ela conduz ao poder da decisão - Agora é você quem decide - Isso se torna uma angústia, porque se sou eu quem decide, então, eu também devo arcar com as conseqüências. Sendo assim, muitos procuram desculpas das suas frustradas decisões, nos outros. Foi fulano que me disse pra fazer isso... Foi à mulher que tu me deste, disse adão.

> Para outros, portanto, a liberdade gera uma alegria intensa e um senso muito grande de responsabilidade. Vivem na liberdade de Cristo porque Ele é o Libertador. São verdadeiramente livres porque entendem que: "Para a liberdade foi que Cristo nos libertou" (Gálatas 5.1).

> “Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade; porém não useis da liberdade para dar ocasião à carne; sede antes servos uns dos outros pelo amor. Porque toda a lei se cumpre em um só preceito, a saber: Amarás o teu próximo com a ti mesmo” (Gálatas 5 :13-14).

> Portanto, a liberdade em Cristo não te conduz a andar sozinho e fazer o que "dar na cabeça". Antes, ela gera em nós uma vontade de caminhar juntos, de viver o amor, de estender a mão ao necessitado, de dar o que comer a quem tem fome, de dar água a quem tem sede. A liberdade te conduz a ser como Cristo. Andar como Cristo andou. Compadecer como Cristo compadeceu amar como Cristo amou. Enfim, viver como Cristo viveu. Diante da liberdade em Cristo, a lista dos "pode e não pode" dos legalistas fica anulada. Se Cristo verdadeiramente vos libertou, então sois livres.

> “E conhecereis a verdade e a verdade vos libertará" (João. 8:32)

> Em Cristo, que pela graça nos fez nascer de novo para a liberdade.


DEUS ABENÇOE RICAMENTE A SUA VIDA

Pr. Samuel de Faria

Nenhum comentário:

Postar um comentário