terça-feira, 23 de novembro de 2010

Tesouro em vasos de barro...


~> Portanto, visto que temos este ministério pela misericórdia que nos foi dada, não desanimamos. Antes, renunciamos aos procedimentos secretos e vergonhosos; não usamos de engano, nem torcemos a palavra de DEUS. Ao contrario galera, mediante a clara exposição da verdade, recomendamo-nos à consciência de todos, diante de DEUS.

~> Mas se o nosso evangelho está encoberto, para os que estão perecendo é que está encoberto. O deus desta era cegou o entendimento dos descrentes, para que não vejam a luz do evangelho da glória de Cristo, que é a imagem de DEUS. Mas não pregamos a nós mesmos, mas a Jesus Cristo, o Senhor, e a nós como escravos de vocês, por causa de Jesus.

~> Pois DEUS disse: “Das trevas resplandeça a luz”, galera, ele mesmo brilhou em nossos corações, para iluminação do conhecimento da glória de DEUS na face de Cristo.

~> Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de DEUS, e não de nós. De dois lados somos pressionados, mas não desanimados; ficamos perplexos, mas não desesperados; somos perseguidos, mas não abandonados; abatidos, mas não destruídos.

~> Trazemos sempre em nosso corpo o morrer de Jesus, para que a vida de Jesus também seja revelada em nosso corpo, pois nós, que estamos vivos, somos sempre entregues à morte por amor a Jesus, para que a sua vida também se manifeste em nosso corpo mortal, de modo que em que nós atua a morte; mas em vocês a vida.

~> Está escrito: “Cri, por isso falei”, com esse mesmo espírito de fé nós também cremos, e por isso, falamos, porque sabemos que aquele que ressuscitou o Senhor Jesus dentre os mortos, também nos ressuscitará com Jesus e nos apresentará como vocês. Tudo isso é para o bem de vocês, para que a graça, que está alcançando um número cada vez maior de pessoas, faça que transbordem as ações de graças para a glória de DEUS.

~> Por isso não desanimamos. Embora exteriormente estejamos a desgastar-nos, interiormente estamos sendo renovado dia após dia, pois os nossos sofrimentos leves e momentâneos estão produzindo para nós uma glória eterna que pesa mais do que todos eles.

~> Assim, fixamos os olhos, não naquilo que se vê, mas no que não se vê, pois o que se vê é transitório, mas o que não vê é eterno.

DEUS ABENÇOE...

Get floramar

Nenhum comentário:

Postar um comentário