segunda-feira, 14 de março de 2011

Harmonia interior...

A maioria das decisões tomadas emocionalmente são ruins. A boa vida é aquela na qual sua mente controla as suas emoções, e não vice-versa.

A mesma coisa, entretanto, acontece com a sua vontade. Não importa quanta força de vontade você tem se houver conflitos entre a sua vontade e as suas emoções, e se este choque perdurar por muito tempo, suas emoções haverão de vencer, afinal. Eis porque a Bíblia diz: “E não nos cansemos de fazer o bem, porque há seu tempo ceifaremos se não houvermos desfalecido.” L 6:9. Nunca devemos ceder lugar para a pressa, a imprudência, a afobação. Se nos deixamos levar pelas emoções, estaremos vulneráveis a estes riscos e acabaremos agindo precipitadamente, cometeremos erros que nos trarão problemas e curto, médio ou longo prazo. Nossas emoções tornam-se particularmente poderosas quando não temos maturidade espiritual.

Por quantas vezes você já se perguntou: “Por que fiz essa compra?”, “Porque falei aquelas palavras?”, “Por que tomei aquela atitude?”, “Por que tomei aquela decisão?” Você sabia fazer melhor, mas se deixou levar pelas emoções. As emoções não são em si coisas ruins, pelo contrário, somos seres emotivos, DEUS nos fez assim, mas não nos fez para sermos escravos delas. Ele também nos deu raciocínio lógico que abrande a perspicácia e a inteligência; devemos fazer uso equilibradamente tanto da razão, como da emoção.

Porém, o uso harmonioso de ambos só fazemos quando delegamos a DEUS o poder sobre nossas vidas, nossa mente e nosso coração. Coloque agora mesmo todo o seu ser nas mãos do Todo-Poderoso, peça que Ele reine absoluto em você e através de você. Que assim seja!

DEUS ABENÇOE

Imagem: Get floramar / Texto: Tim LaHaye

Um comentário: