segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Ser PAI...

Quando DEUS relata a história complicada da família de Jacó, acredito que um dos motivos era nos ensinar para a realidade da vida; que mesmo sendo uma família de DEUS, não foram poupados dos reveses, maldades e decepções que nos reservam em nossa trajetória nessa vida. Um ponto de destaque é que mesmo em meio às dificuldades e dor; Jacó criou todos os filhos e não se afastou deles.

O pai presente vai sempre passar por cima das dificuldades, do desemprego, da crise conjugal e até da paixão proibida; em função do bem estar de sua família.

O papel da família unida é tão importante que o chamado para pastor é apenas para quem tem filhos crentes e para maridos casados apenas uma vez;

→ "Convém, pois, que o bispo seja irrepreensível, marido de uma mulher, vigilante, sóbrio, honesto, hospitaleiro, apto para ensinar;"

→ "não dado ao vinho, não espancador, não cobiçoso de torpe ganância, mas moderado, não contencioso, não avarento;"

→ que governe bem a sua própria casa, tendo seus filhos em sujeição, com toda a modéstia

→ "(porque, se alguém não sabe governar a sua própria casa, terá cuidado da igreja de DEUS?);"

→ não neófito, para que, ensoberbecendo-se, não caia na condenação do diabo.

→ Convém, também, que tenha bom testemunho dos que estão de fora, para que não caia em afronta e no laço do diabo.


Que Deus abençoe a todos os pais

Imagem: get floramar / texto: Luiz

Nenhum comentário:

Postar um comentário