sexta-feira, 4 de novembro de 2011

Do que adianta...

→ De que adianta a palavra de DEUS declarar?Andemos honestamente? E, quando sou convidado para uma festa onde vão estar muitas pessoas e devo levar um refrigerante, eu ajo desonestamente e não levo. Chego com a cara de pau e, se levo, escolho o mais barato, que nunca compraria para mim mesmo, mas, na hora de beber, procuro os melhores, restando aos que chegarem depois o seu?Melhor?

De que adianta a palavra de DEUS afirmar que: DEUS abomina o suborno e a propina e na hora que o guarda me flagra em uma irregularidade no trânsito, chamo a ?Autoridade? Para deixar uma gorjeta e saio me achando o máximo por deixar de pagar a multa e ainda tenho coragem de contar isto entre a galera como grande feito de esperteza.

De que adianta ter um texto que diz: não mintais uns aos outros e na hora que sou perguntado por algo que não trará graves conseqüências me esquivo e saio com uma mentira, e me justifico achando que naquela hora não haveria problema de agir assim. Certamente quando a situação trouxer grande embaraço à reação será a mesma.

De que adianta declarar que Cristo é a minha vida, se na hora que desejo fazer algo que julgo importante e Jesus Cristo não vai ser glorificado, não penso duas vezes e me lanço de cabeça naquilo e, certamente, recebo sobre mim o ônus da desobediência e tenho a arrogância de me irritar com o Senhor Jesus me sentindo injustiçado?

De que adianta as horas de banco de igreja, se tenho o senhorio sobre minha vida e sempre a minha reação é de enfado quando ouço alguma palavra que deveria me inquietar com a vida que estou levando e ainda critico ferozmente aquele que prega, taxando-o de radical, reacionário e legalista.

De que adianta ler em provérbios que DEUS abomina aquele que faz intriga entre os irmãos e vivo expondo as pessoas e estou sempre por dentro de todo erro dos outros e meu prazer é fazer com que muitos saibam do fato, que nunca vai ser edificante e não trará glória a DEUS? E ainda uso a estratégia dizendo: estou contando para que você possa orar.

De que adianta a palavra enfatizar a importância de dizer sim, sim e não, não, se marco um compromisso e não vou e nem satisfação dou ao outro, e se inquirido porque não fui, minto voluntariamente sem o menor constrangimento, depois ainda vou-me sentir vitima quando ninguém mais acredita no que falo.

De que adianta o Senhor da Glória ter vindo ao mundo e dado sua vida em meu favor morrendo uma morte cheia de sofrimentos para que eu fosse participante de sua morte e também da sua ressurreição conforme relatado em Gálatas 2:19 e 20 : ?Porque eu, pela lei, estou morto para a lei, para viver para DEUS. Já estou crucificado com Cristo; e vivo não mais eu, mas Cristo vive em mim; e a vida que agora vivo na carne vive-a na fé do Filho de DEUS, o qual me amou e a si mesmo se entregou a si mesmo por mim? E eu ainda viver tendo o ego como o centro da minha vida e meu desejo é sempre realizar o que quero fazer, sem depender da vontade de DEUS.

As últimas palavra de Jesus antes de morrer foram?Está consumado? Em verdade, nada adianta tentar viver sem passar pela obra de novo nascimento em Cristo, pois todos os esforços serão vãos e a vida será sempre vivida atrás de uma máscara de santidade que esconde um coração perverso e enganoso.

Renda-se e reconheça sua falência e ore pedindo um coração novo. E o DEUS de toda graça te dará fé para crer naquele sacrifício justificador.

Deus Abençoe Galera...

Imagem: get floramar / Texto: Débaora

Nenhum comentário:

Postar um comentário